"SABE MAIS QUE UM MIÚDO DE DEZ ANOS?"

Carta enviada ao Provedor da RTP, acerca deste interessante concurso.

Sr. Provedor:

Vejo, invariavelmente, o concurso “Sabe mais que um miúdo de dez anos?” Acho-o utilíssimo, no seu aspecto didáctico, e transporta-me aos meus tempos de infância e juventude – para além de me permitir aprender bastante (eu também não sei mais que um miúdo de dez anos). Entendo, até, que o programa devia ser “puxado” para logo a seguir ao Telejornal, para permitir que um número mais alargado de jovens o visse. E ele deve ser visto!

Mas…

Precisamente pelo seu aspecto didáctico, e porque parece que há muitos jovens em idade escolar que o vêem, há que ter cuidado nas respostas a certas perguntas. Vamos a isso.

Dia 9 de Novembro, sexta-feira. A pergunta relacionava-se com símbolos que identificam marcas, produtos, entidades, etc. A resposta seria – deveria ser – LOGÓTIPO, de acordo com os dicionários que consultei (incluindo o “Ciberdúvidas”); no entanto, o concorrente não sabia, o aluno escreveu “logotipo”, o Jorge Gabriel leu – por várias vezes – “logotípo” (o acento é meu) e o concorrente aproveitou a ajuda. Mal. LOGÓTIPO é uma palavra proparoxítona (esdrúxula) e não paroxítona (grave).

Mesmo programa: a pergunta era: “de 1 a 20, quantos números são compostos pelo algarismo 1?” O concorrente fez rapidamente as contas: 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19. Contando pelos dedos, lestamente concluiu que eram 10. Errado. O jovem aluno “rectificou” 11, porque o 1 também conta. É um algarismo, e um número, simultaneamente. Resposta aceite pelo apresentador. ERRADO, acrescento eu. Porque o número 11 é composto por DOIS algarismos 1. Logo, a resposta seria 12, e não 11.

Cuidado, Sr. Provedor, é o que lhe peço para recomendar à produção do programa. Porque os jovens apreendem rápida e facilmente, principalmente se a fonte tiver o impacto que a televisão tem.

LOGÓTIPO, e não “logotipo”.

De 1 a 20 há 12 números compostos pelo algarismo 1, e não 11.

Atentamente,

José Moreira

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by Anonymous on Janeiro 16, 2008 at 4:35 pm

    Sr. João Moreira, considero fundamental fazer comentários para que assim se melhore e rectifique erros, quando os há. No entanto, o senhor comentou, criticou uma questão que considera errada “quantos números de 1 a 20 são constituídos pelo algarismo 1”. O senhor respondeu que seriam 12. Na minha opinião, tal como na opinião do apresentador são 11. Pois, o senhor diz que o número 11 tem dois “uns”. Mas a questão é, “quantos números de 1 a 20 são constituídos pelo algarismo 1?” o 11 é só um número,apesar de ser constituído pelo algarismo 1 duas vezes, logo só conta como um número e não como dois números, tal como o senhor fez.

    Responder

  2. Posted by Teresa Ferreira on Julho 29, 2008 at 9:49 pm

    Hoje, no concurso “Sabe mais do que um miúdo de 10 anos?”, o sr. “professor” Jorge Gabriel considerou errada uma resposta certa. A questão era a seguinte: Como se designam duas rectas que se cruzam num ponto sem formarem ângulos rectos? A concorrente respondeu, e bem, que eram oblíquas. O apresentador considerou errada esta resposta dizendo que a correcta era “concorrentes”. Ora as rectas perpendiculares também são concorrentes, e formam 4 ângulos rectos. Basta cruzarem-se num ponto para serem concorrentes! Se a condição era ” não formarem ângulos rectos”, só concorrentes não pode ser considerado certo. Oblíquas são de facto as rectas concorrentes que não formam ângulos rectos, mas sim agudos e obtusos.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: